Posted 7 July 2013, 1 year ago | 23,938 notes | reblog this post
(originally livinglifewithderek / via d-racaryss)
Ela tem a personalidade forte, não se rende à um simples “eu te amo”, fica com ciúmes mas esconde o jogo, teima que quem manda é ela, mas sempre obedece. Se faz de durona, mas tem medo de altura. Passa a impressão de ser independente, mas adora saber que existe alguém que cuida e se preocupa com ela. Ela é cheia de defeitos, mas é repleta de grandes qualidades. Ela tem o gênio difícil mas é isso que faz, eu me apaixonar todos os dias por ela.
12 de junho (via despistei)
Posted 7 July 2013, 1 year ago | 22,896 notes | reblog this post
(originally caligrafas / via d-racaryss)
Aquelas mãos frias e inteiras tocavam minhas costas como se quisessem tocar a minha alma. Escorregavam em direção a nuca desequilibrando o tônus, pesando as pálpebras encharcadas, fazendo encher os pulmões. O toque frio refrescava o calor do corpo que acumulava o desejo de te ter. E no vai e vem do massagear, ao nosso redor avistavam-se borboletas azuis, que plainavam feito vespas no nosso inverno sentimental.
Elisa Bartlett   (via oxigenio-dapalavra)
Posted 7 July 2013, 1 year ago | 4,727 notes | reblog this post
(originally cherryrotten / via d-racaryss)
Tudo que eu queria era gritar, gritar para que todos pudessem ouvir, para que todos ficassem sabendo quão doloroso era te ver com ela, mas eu não podia, afinal, você estava feliz, e por mais que aquilo me machucasse, eu queria a sua felicidade, eu não podia estragar isso.
— Anna (via needless-s)
Posted 7 July 2013, 1 year ago | 8 notes | reblog this post
(originally d-racaryss / via d-racaryss)
Posted 7 July 2013, 1 year ago | 116,714 notes | reblog this post
(originally seguidorestmblr / via d-racaryss)
Sabe, eu estava bem. Realmente eu estava feliz, eu finalmente tinha conseguido entender que casais perfeitos só existem em livros e filmes, eu tinha entendido que não adiantava eu procurar um romance, ele não iria acontecer. Eu já tinha aceitado o fato de que meu amor chegaria na hora certa, e que de nada ia adiantar eu ficar criando expectativas em cima de qualquer coisa. Mas bastou um beijo seu pra eu esquecer tudo isso, pra eu sentir aquele necessidade de imaginar coisas que nunca vão acontecer. Bastou um beijo seu pra virar meu mundo de cabeça pra baixo.
— Anna (via needless-s)
Posted 3 July 2013, 1 year ago | 3 notes | reblog this post
(originally d-racaryss / via d-racaryss)
Saudade. Sentir saudade é uma coisa realmente estranha, pelo menos pra mim, afinal, do que exatamente sentimos saudade? Das pessoas? Dos momentos que vivemos com essas pessoas? Dos lugares que estivemos juntos? Dos momentos que poderíamos ter vivido? De tudo isso talvez.
— Anna (via needless-s)
Posted 3 July 2013, 1 year ago | 1 note | reblog this post
(originally d-racaryss / via d-racaryss)
Já teve aquela sensação de que estavam te excluindo de algo? Algo que você realmente precisava participar?
— Anna (via needless-s)
Posted 3 July 2013, 1 year ago | 12 notes | reblog this post
(originally d-racaryss / via d-racaryss)
Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar. Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não. E pra ela? Por quem ela espera? E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça – que não era Capitu, mas também têm olhos de ressaca – levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário… Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.” - Caio Fernando de Abreu.

theme por nostalgia-surreal; base por amar-gura e memorias agridoces; alguns detalhes originais dameiopasso, heyilove e elasocurtejackdaniels; não copie, pf ):
1 2 3 4 5 »